Fortalecendo a desobediência

No sábado 28 de maio aconteceu a “Marcha da Liberdade” em SP. Uma resposta a violência policial e política contra a marcha pela legalização da maconha que acontecera na semana anterior. O abuso aconteceu graças a interpretação que dizer a palavra maconha durante a marcha configurava apologia ao crime, então a molecada ali era mais que criminosa, praticamente acontecia formação de quadrilha.

A articulação por uma resposta da sociedade culminou no encontro de pessoas para a “Marcha da Liberdade” as 14hs no vão livre do Masp. Faixas, flores em mão, o cordão da PM impedindo que a rua fosse fechada, o cordão  da PM esperando a marcha ser “liberada” pela justiça, a liberação da “Marcha pela Liberdade” desde que não houvesse a menção da palavra maconha. Aliás, liberar marcha pela liberdade foi a maior ironia que ouvi no dia.

Os cartazes pediam que as pessoas fossem às ruas. Pediam a legalização do aborto. Pediam pelos direitos dos gays e das mulheres. Incentivavam o uso da bicicleta, o exercício do livre pensamento. Pediam o fim da censura, pediam para Dilma parar a motosserra. Eram diversas bandeiras embaixo de um mesmo guarda-chuva. Isso, na minha opinião, não é falta de ideologia, é reflexo da existência fragmentada que existe hoje.

Uma causa maior parecia unir tudo. A idéia. O poder da idéia, da palavra. Lutar pela liberdade cerceada juridicamente. Ir a rua para mostrar sua existência e insatisfação. A mobilização não tinha liderança clara, o que as vezes causava ruído entre as palavras e gritos de guerra.  O coro pediu “Ei, Dilma, pára a motossera”, e pulou ao dizer “Quem não pula é polícia”, e chamou quem estava nas janelas “vem para a rua lutar contra a censura”.

Esbarro em vários grupos de amigos pelo caminho, todos entusiasmados em estar lá. O mais bacana ainda estava por vir. Uma turma encheu balões para soltar do alto do prédio quando a marcha dobrasse a paulista rumo a consolação.

Levamos um novo mundo em nossos corações.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s