Cartas

Eu tinha 14 anos quando descobri o Pen Friend, uma rede (embora não fosse essa a palavra usada) de troca de cartas, e a idéia de se corresponder com gente do mundo todo era encantadora.

Funcionava assim: você se cadastrava e recebia três endereços de diferentes partes do mundo para se corresponder. Eu tive um amigo de correspondência do Egito, tenho todas as cartas até hoje.

Gosto de cartas, de papel, da mensagem que é transmitida e eternizada e que não cai na pasta ‘Junk’ dentro do mail folder. Romantismo? Talvez. Mas lembro da excitação quando uma dessas cartas chegava.

Recentemente descobri o Letters of Notice, um site que traz reproduções de cartas variadas que merecem ser lidas. Encontrei essa da escritora Harper Lee, endereçada a um fã de “How to Kill a MockingBird/ O sol é para todos” que escreveu pedindo uma foto autografada e recebeu algo muito mais legal em troca:

 

 

 

 

No LON fica disponível a transcrição da carta para aqueles que tiverem dificuldade em entender a letra da moça.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s