Nasci para bailar: Swing + Rock selecionados por DJ Marky

2000 era o ano. Ele gravava cds para a gente ouvir no carro, a caminho das duas ou três festas que tocava por noite no fim de semana. Marky, o DJ mito do drum’n’bass, é generoso quando se trata de suas paixões.

IMG_3848

Transformei a compilação de samba rock, samba jazz, bossa nova e afins que ele gravou para dividir sua coleção e conhecimento numa faixa só, disponível no mixcloud e soundcloud.

IMG_3843 IMG_3844 IMG_3845 IMG_3846
[Os discos de Doris e Miltinho, presentes na compilação.]

Com o placar de 12 x 8, Marky nos deu a revanche de 1997,
 quando Deep Blue ganhou de Kasparov. 
Das 20 músicas, Shazam! só conhecia 8. 
A cada trecho de quinze segundos, ele me dizia a faixa e o autor.  

Credito a ele o horizonte que enxergo hoje na música brasileira, 
até então confinado ao pop rock herdado da mãe, 
música sertaneja do pai e uns badabauês da adolescência.

Hoje ele toca pela primeira vez no Bar Secreto, em São Paulo, 
com sua noite "Influences" onde o homem abre o case.
 Difícil rolar  "Doris e Miltinho", em compensação o que
 couber no set de seis horas vai te fazer dançar e sorrir.